“Homens são aqueles que ajudam as mulheres a estruturarem a família. As mulheres têm pai, marido, filhos… Ajudando os homens eu também ajudo as mulheres”.

“A medicina para mim não foi bem uma escolha. Foi algo natural, uma espécie de herança. De certa forma, fui influenciado pelo meu pai Elsior Coutinho, que era médico, farmacêutico e professor de farmacologia. Ele ensinava como extrair remédios das plantas, coisa que meu avô fazia, apesar de não ser formado. Meu avô era um prático da medicina e meu pai, com certeza, inspirou-se nele.”

Dr. Elsimar Coutinho

Em Busca do Corpo Perfeito

O indivíduo quer estar sempre bem. A primeira pessoa mais importante do mundo para ele, é ele mesmo. Daí o fato de a auto estima ser muito importante para o progresso profissional, mental e social. A auto estima é baseada naquilo que o indivíduo pensa do corpo dele em relação ao que é considerado um corpo perfeito.

Mas, afinal, o que é um corpo perfeito?

Um corpo perfeito tem que ter simetria, ou seja, ter proporcionalidade entre altura, peso e entre as partes (seios, nádegas, quadril, ombros, pernas). Não deve, contudo, ter excesso e nem falta de gordura. No entanto, o corpo perfeito deve ser, acima de tudo, saudável.

Quando as engrenagens internas não funcionam corretamente, a superfície do corpo sente os reflexos. Por isso, o corpo perfeito deve ter bons níveis de gordura no sangue, vitaminas e minerais em dia e, principalmente, um bom equilíbrio hormonal.

É fundamental que a proporção dos hormônios sexuais (testosterona X estradiol), assim como os outros hormônios, esteja em perfeito acordo com os níveis necessários, tantos para homens como nas mulheres. Só assim eles terão libido, vitalidade, serão ativos sexualmente ou poderão encarnar a sensualidade/sexualidade inerente ao sexo.